Buscar

Você sabe como é classificado um café especial?



Para se obter um café classificado como “Especial” os grãos devem passar por um processo de avaliação que inclui aroma, uniformidade, ausência de defeitos, doçura, sabor, corpo, acidez, harmonia e finalização. Além disso, a nota final deve superar os 80 pontos (numa escala de 0 a 100).


O segundo microlote do Café Cajubá Blend Essencial, apresentado no último dia 19, alcançou nota 86,36 e foi produzido na Fazenda Quilombo, em Araguari/MG, sob responsabilidade de Marcos Antônio Montini. Segundo ele, é difícil chegar numa alta pontuação de café. “A gente depende de Deus: da temperatura, da chuva, do campo de produção. É complicado. A gente tem que ter cuidado, pois pode estragar o café a qualquer momento. Tem muitos anos que eu mexo com café e não são todos os anos que dá a qualidade que se precisa conseguir”.


Franklin Ribeiro, especialista e avaliador de cafés, diz que “o Marcos foi feliz nessa produção da safra 2018/2019. Levamos a amostra a um concurso e ele ficou entre os dez melhores cafés da região.” E para chegar até o ponto de vendas é necessário todo um processo. “É como um garimpo, onde a gente está sempre garimpando os cafés melhores, sempre testando, todos os dias em busca desses cafés pontuados. São microlotes, pois é difícil encontrar cafés como este em grandes quantidades”, afirma Ribeiro.


O evento de lançamento (19/10), contou com workshop ministrado no Café Babinski, em Uberlândia, pelo barista Marcelo Babinski, que apresentou diversos métodos de preparo para a bebida mais amada do Brasil. Segundo o profissional, para preparar um café especial você tem que saber a origem e as variáveis, além de utilizar a metodologia preferida para obter o café.


Para quem assistiu à apresentação, a oportunidade ofertada pelo Café Cajubá foi de grande conhecimento. “Foi um grande aprendizado, eu era bem leigo nessa parte de café, mas por todo esse conhecimento proporcionado, agradeço ao Café Cajubá pela experiência”, ressaltou o Carlos Henrique Soares, consumidor da marca. “Desde pequeno minha mãe sempre comprou e é um café que eu sou apaixonado”, completa.

© 2020 ICATRIL - INDÚSTRIA DE CAFÉ DO TRIÂNGULO LTDA. Todos os Direitos Reservados.